Conheça João Ferrari e seu live act

Por Marllon Gauche

Música é uma forma de expressão artística, como um poema ou uma pintura, onde cada indivíduo se manifesta de sua própria maneira, com sua própria criação. Dentro deste universo, uma técnica que permite maior exposição do artista é o live act, um estilo de apresentação executado por alguns produtores que desejam performar mostrando sua máxima capacidade criativa.

João Ferrari, apesar da pouca idade, é um dos que se rendeu a beleza do live act desde cedo. Com seu próprio setup, Ferrari [re]cria ao vivo a maioria de suas produções, fazendo com que se aproximem bastante de sua estética sonora. Para aprender as primeiras técnicas, ele contou com a mentoria de Marcelo Oriano, experiente DJ e produtor brasileiro que também se apresenta neste formato.

Com os ensinamentos adquiridos e maior habilidade para comandar os equipamentos, Ferrari estreou seu live set na metade do mês de abril, quando se apresentou para um público significativo no Summer Day Gayatri, em Foz do Iguaçu.

Na ocasião, ele foi responsável por fechar a pista após a apresentação de grandes figuras como Betoko e Burning Noise. “Achei que por ter sido escalado no final da festa, teriam poucas pessoas me vendo, mas me enganei. Tinha muita gente lá e foi incrível, recebi diversos feedbacks depois da festa, inclusive do peruano Tolinchilove, que me acompanhou no festival e disse que foi um dos melhores live sets que ele já viu”.

Em suas apresentações neste formato, Ferrari utiliza o Ableton, uma controladora APC40 e um Roland JP-08. Antes das gigs, fragmenta suas tracks em diversas partes diferentes para que possam ser reconstruídas de forma natural, conseguindo assim criar e contar sua própria história em cima dos palcos.

Como qualquer outro artista, influências estão presentes no seu estilo sonoro e algumas delas vem bem de longe. Nomes como Frank Wiedemann (½ do Âme) e Stephan Bodzin, ambos alemães, são suas principais referências, até porque não há como negar a genialidade que os dois conseguem mostrar em todas as suas criações.

Inspirando-se neles, Ferrari pretende construir uma personalidade ainda mais forte, se entregando de corpo e alma em uma amostra de total devoção à música, assim como os nomes citados acima. Prever os acontecimentos ainda é algo impossível, mas com todo seu talento e dedicação, sabemos que o futuro lhe reserva grandes conquistas.