China Joenes, líder do Mothership D-EDGE, morre aos 40 anos

A quarta-feira do dia 19 de Dezembro amanheceu com uma triste notícia para a indústria da música eletrônica brasileira. China Joenes, supervisor geral do D-EDGE e líder da tradicional noite de sábado, Mothership, faleceu em São Paulo aos 40 anos em virtude das complicações de um infarto. China deixa três filhas, amigos queridos conquistados ao longo de mais de duas décadas de profissão e um legado eterno para dance music brasileira.

Advanced music since 2003. Pouquíssimos profissionais brasileiros exerceram um papel tão importante para o desenvolvimento do nosso cenário quanto China Joenes. Incansável a frente do D-EDGE e de seus diferentes projetos ligados ao club, China sempre guiou seus negócios pautados por uma filosofia de trabalho e vida bastante fora da curva e nunca se curvou frente às facetas mais comerciais da indústria, mesmo que isso pudesse representar algum ganho financeiro mais expressivo para si mesmo. Seu legado foi reconhecido ainda em vida, com a premiação do Heads of the Industry do BRMC em Maio deste ano.

No D-EDGE, Joenes foi muito mais que um colaborador. Ao longo de suas quase duas décadas de club, desempenhou um papel fundamental que possibilitou o D-EDGE ser reconhecido como uma referência mundial de excelência artística, sempre trabalhando muito próximo de Renato Ratier, como uma espécie de braço direito do frontman do grupo. A partida de China aos 40 anos de idade representa um momento muito triste para toda a cena. Entretanto, seu legado e ensinamentos serão eternos e é com o seu olhar calmo e sereno que devemos lembrar dele. Descanse em paz, China!